Caldeira do vulcão das Sete Cidades


SMG 2 >

O Vulcão das Sete Cidades é um vulcão central poligenético de natureza traquítica, com uma caldeira de colapso no topo. Esta grande depressão apresenta um contorno quase circular, um diâmetro médio de 5,3 km, profundidade máxima da ordem de 630 metros e ter-se-á formado há cerca de 36.000 anos. Nesta caldeira estão implantadas as lagoas Verde e Azul (cujo espelho de água está a uma cota de 260 m acima do nível do mar) e alguns vulcões monogenéticos, como os cones de tufos e de pedra-pomes da Caldeira do Alferes e da Seara e domos traquíticos. Alguns destes vulcões secundários intra-caldeira possuem uma pequena lagoa na sua cratera, como é o caso da Lagoa de Santiago e da Lagoa Rasa. No ano de 1439 terá ocorrido uma erupção explosiva num dos vulcões intra-caldeira das Sete Cidades, mais precisamente no cone de pedra pomes da Caldeira Seca. Este é um geossítio prioritário do Geoparque Açores, com relevância nacional e significativo valor científico, pedagógico e geoturístico.

37º 51'32''N 25º 47'12''W > VER MAPA

Caldeira do vulcão das Sete Cidades
Caldeira do vulcão das Sete Cidades Caldeira do vulcão das Sete Cidades
Clique aqui
Página Principal | Contactos | Notícias | Sitemap
Governo dos Açores Visit Azores Programa Operacional dos Açores para a Convergência (PROCONVERGENCIA)  
Clique aqui